O ex-concorrente para presidência da república Ciro Gomes (PDT) voltou a ser destaque de algumas manchetes após se posicionar a respeito do atual ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta.

“Essa baboseira de a gente sair em defesa da manutenção de um ministro só porque o ministro está repetindo no Brasil, de forma dúbia, vai e volta, num apego de carrapato ao cargo, sem dignidade nenhuma”, comentou Ciro Gomes. O político também criticou a forma de governar do atual presidente da república, onde ele afirma que Jair Bolsonaro não está preparado para organizar os prolemas envolvendo o coronavírus.

Mandetta e Bolsonaro

Nos últimos dias uma enorme polêmica foi instaurada entre o atual ministro da Saúde e Jair Messias Bolsonaro. Ambos possuem uma visão diferente em relação a proliferação do novo coronavírus. Enquanto Mandetta se posiciona a favor de uma melhoria no isolamento social, para que o vírus não afete mais pessoas, o atual presidente diz que o isolamento precisa ser suspenso e que as atividades profissionais deveriam ser retomadas no país.

Por essa questão, Bolsonaro chegou a anunciar essa semana que iria realizar a demissão de Mandetta. Durante essa incerteza, muitas pessoas se posicionaram contra a atitude do chefe do executivo em demitir o ministro da Saúde. Após uma reunião com parlamentares do seu atual Governo, Bolsonaro voltou atrás e decidiu manter Mandetta como ministro por tempo indeterminado.

Bolsonaro e suspeita do vírus

Quando surgiu a doença no Brasil, o atual presidente chegou a se reunir com alguns presidentes mundiais para debater e chegar em possíveis acordos referentes a economia. Durante essas viagens, Bolsonaro acabou apresentando alguns sintomas do coronavírus.

Mediante tamanha incerteza, ele foi aconselhado a realizar os exames para identificar o possível contágio.

Pelas redes sociais, o parlamentar informou que não havia sido contaminado com o vírus. Apesar de declarar isso, muitas pessoas ficaram na dúvida se o presidente estava realmente livre do vírus, onde muitas pediram para que ele publicasse fotos dos exames, mas Bolsonaro não realizou o ato solicitado.

Brasil

O Brasil é um dos países menos atingidos com o surto do novo coronavírus, onde 957 pessoas foram vitimadas durante esse período de quarentena.

Apesar de apresentar números bastantes expressivos, o país está longe do ranking dos países mais afetados.

Em primeiro lugar está os Estados Unidos, onde centenas de pessoas morrem diariamente em decorrência do vírus. De acordo com informações do Ministério da Saúde Mundial, 16.675 foram mortas em decorrente do vírus e 25.932 pessoas foram curadas. No inicio da proliferação do vírus os Estados Unidos era um dos países mais controlados em relação a pandemia, mas durante algumas semanas o país apresenta números alarmantes.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!