O ex-presidente Luiz Lula Inácio da Silva (PT) usou o seu Twitter para publicar uma parte da entrevista dos atores da série "La Casa de Papel". O trecho do vídeo mostra o momento em que Rodrigo De La Serna se posiciona a favor do petista dizendo "Lula Livre".

O ator que estava acompanhado de um outro protagonista da série, Pedro Alonso, aproveitou o pedido de alguns fãs brasileiros e disse uma mensagem de apoio ao ex-presidente do Brasil. "Um carinho imenso para todos e todas. Força. Lula livre", disse Rodrigo.

Muitos petistas que acompanham a séria ficaram felizes com o posicionamento do ator em relação ao ex-presidente.

O vídeo já conta com mais de 70 mil curtidas e 20 mil comentários.

Ex-presidente

Desde o dia que Lula deixou a penitenciária federal, onde estava detido pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, o ex-presidente vem usando suas redes sociais pessoais para argumentar a respeito dos problemas do Brasil e também aproveita para criticar algumas medidas do atual chefe do Executivo, Jair Bolsonaro (sem partido). Em decorrência da proliferação do novo coronavírus no país, Lula informou através do seu Twitter que Bolsonaro não está preparado para solucionar os problemas em relação ao vírus.

No último dia 7 de abril, o petista relembrou de quando foi preso. Em texto ele disse: ''Há exatamente dois anos, mais ou menos nesse horário, eu estava me entregando na Polícia Federal em Curitiba. Tomei a decisão de me entregar pra provar que o Sério Moro e a Força Tarefa da Lava Jato eram mentirosos".

Bolsonaro

Após Fernando Haddad (PT), aliado de Lula, usar as redes sociais para atacar Bolsonaro, o presidente rebateu a crítica sofrida.

No Twitter, o ex-prefeito da cidade de São Paulo lamentou a atitude do chefe do Executivo que está em crise política com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Haddad diz jamais ter visto um presidente da República se colocar em uma situação tão humilhante.

Após sofrer as críticas, Bolsonaro usou seu Instagram e publicou a frase de ataque do ex-prefeito e colocou junto com uma foto de Lula, que mostrava ele cercado de policiais federais.

O chefe do Executivo deu a entender que existem situações mais humilhantes.

Siga a página Política
Seguir
Siga a página Lula
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!