O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a ser manchete em alguns jornais após opinar de forma negativa diante de um pronunciamento que o governador do estado do Rio de Janeiro, wilson witzel, deu a respeito da proliferação da covid-19. O atual presidente foi questionado sobre o pronunciamento do governador por um apoiador e pediu para que ele desse a sua opinião. "Virou ditadura?", respondeu bolsonaro em tom de ironia.

O posicionamento do governador do estado do Rio de Janeiro diante da covid-19 está sendo bastante debatido nas redes sociais, onde muitos internautas apoiam as falas de Witzel, enquanto outros reprovam.

Wilson Witzel

O governador do estado do Rio de Janeiro concedeu uma entrevista coletiva nessa terça-feira (31), sobre diversos assuntos, entre eles, a proliferação da covid-19 no estado. O governador deu autoridade para os policiais militares prenderem as pessoas que foram vistas em praias, lagoas, rios e piscinas públicas.

"Estou pedindo, daqui a pouco vamos começar a levar para a delegacia. Vou pedir mais uma vez, não saia de casa. Até então foi um pedido, agora estou dando uma ordem", avisou o governador. Witzel informou que essas medidas de prevenção irão servir para coibir o avanço do vírus no estado do Rio.

Prevenção

Medidas preventivas já estão sendo tomadas no estado, onde o governador declarou que o sambódromo irá servir como cede para abrigar os moradores que se encontram em situação de rua.

O intuito é livrar os moradores de um possível contágios estando nas ruas da cidade. Ainda não se tem informações de quantas pessoas irão ser beneficiadas com esses abrigos improvisado.

No local, serão distribuídos cobertores, itens de higiene e comidas. Parte dos materiais é proveniente de doações da população carioca e também de iniciativa privada.

Os dormitórios ficarão no sambódromo até que o surto da covid-19 seja controlado no estado do Rio de Janeiro.

Quando foi anunciado esse projeto pelas redes sociais, muitos internautas parabenizaram a atitude do governador em ajudar os desabrigados.

Quarentena

Assim como os demais estados, o Rio de Janeiro também está priorizando o período de quarentena.

É possível visualizar diversos estabelecimentos comerciais fechados nas ruas cariocas, onde muitos comerciantes estão respeitando as medidas impostas pelos agentes do Ministério da Saúde.

Os estabelecimentos comerciais que tiveram abertos, poderão ser advertidos verbalmente por fiscais da prefeitura ou até mesmo através de multas. Até o fechamento dessa matéria, foram identificados cerca de 201 vitimados em decorrência da covid-19.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!