Um ato de solidariedade foi registrado após um mecânico distribuir quentinhas e água mineral para caminhoneiros em meio ao surto do covid-19. De acordo com informações, essa atitude foi realizada nesta sexta-feira (27), no norte do Paraná.

O mecânico contou com a colaboração da PRF (Polícia Rodoviária Federal), onde uma equipe que patrulhava no local e percebeu que a iniciativa representava risco de acidentes. Então, os policiais federias convidaram Daneves Martins, de 53 anos, para concluir a entrega da comida em frente à unidade operacional da PRF. As dezenas de kits foram produzidas pela família dele no intuito de ajudar os caminhoneiros.

Essa atitude solidária está sendo bastante apoiada pelos internautas pelas redes sociais, onde muitas pessoas estão parabenizando a atitude do mecânico em ajudar o próximo em meia pandemia que prolifera em todo país. Essa notícia foi compartilhada em muitas mídias sociais. Até o momento, não tiveram informações se Daneves irá permanecer a praticar novos atos de solidariedades.

Juíza barra demissão durante avanço do Covid-19

Em meio a proliferação do vírus, muitos funcionários que realizavam uma obra acabaram sendo demitidos, pois todos estavam sem trabalhar por conta da quarentena que foi decretada em todo estado de Santa Catarina.

Em decorrência dessa demissão ilegal, a juíza Angela Maria Konrath, da Vara do Trabalho de Joaçaba, suspendeu a demissão em massa durante a pandemia do covid-19 e determinou a reintegração dos trabalhadores para construtora.

O caso está ganhando bastante repercussão, já que muitos brasileiros foram demitidos nesse período de quarentena.

Avanço do vírus

O avanço do vírus já chegou em todos os países da Europa, tendo a Itália como um dos países que está sofrendo mais com a proliferação da doença. De acordo com informações do jornais que circulam no país, cerca de 919 pessoas foram vítimas do covid-19.

Ao todo, cerca de 9.143 pessoas morreram por conta da epidemia no país.

É o recorde para um único dia. Antes, havia sido o 21 de março, quando atingiu cerca de 793 pessoas. No entanto, 50 delas são referentes à mortes de quinta-feira (26), na região do Piemonte, que foram contabilizadas nesta sexta-feira (27). A cada hora, números novos surgem.

O Brasil também está crescendo com o número de mortes.

De acordo com informações do Ministério da Saúde, cerca de 92 pessoas foram vítimas fatais do vírus e cerca de 3.417 casos confirmados. Medidas de prevenção contra a proliferação do vírus continuam a ser tomadas, mas ainda existem pessoas que não estão levando o caso a sério, mesmo o país confirmando diversas mortes em decorrência do covid-19.

Siga a página Corinthians
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!