Em meio à proliferação da covid-19 no mundo, o monumento mais famoso do Rio de Janeiro prestou homenagem aos profissionais da área da Saúde no final da noite de domingo (12). O cristo redentor 'vestiu' um jaleco, "uniforme" que é usado por médicos. O intuito é homenagear os profissionais que estão trabalhando diuturnamente para salvar pessoas com o contágio da covid-19.

De acordo com a Arquidiocese do Rio de Janeiro, o Abraço de Páscoa especial é para transmitir uma "mensagem de esperança e incentivo durante este delicado momento de pandemia mundial". O ato de homenagem está repercutindo de forma bastante positiva nas redes sociais, onde muitos artistas estão realizando a postagem.

O atacante de futebol Neymar, que atua no PSG, da França, mas que está residindo no Brasil nesse período de pandemia, usou seu Instagram para mostrar apoio aos profissionais da saúde.

A postagem já conta com mais de 800 mil curtidas e muitos comentários de famosos, como do cantor Wesley Safadão, onde ele curtiu a postagem do jogador e comentou o seguinte: ''Amém''. Além do cantor, outros artistas fizeram homenagens aos profissionais da saúde nesse momento caótico envolvendo a covid-19.

Covid-19

Pelo fato de não haver soluções eficazes para combater o vírus, muitas pessoas foram atingidas diretamente. O país que mais sofre com a proliferação do vírus é os Estados Unidos, onde 22.071 mortes foram registradas nesse período de quarentena e 559.409 casos confirmados.

A Espanha é o segundo país mais afetado com o vírus, onde 17.209 mortes foram contabilizadas e 166.831 casos confirmados. O Brasil também tem sentido o avanço do vírus, apresentando 1.223 mortes.

Prevenção

Atualmente, a prevenção é a forma mais adequada para evitar o contágio da covid-19. Os profissionais da saúde aconselham o uso do álcool em gel quando for às ruas e também o uso das máscaras.

É aconselhável evitar lugares com grande números de pessoas, como supermercados e bancos.

Apesar de existirem métodos de prevenção contra o vírus, profissionais da saúde informam que é necessário ficar em casa de quarentena e esperando que o surto da covid-19 seja controlado. Até o momento, não existe uma data prévia para que a normalização das atividades profissionais ocorra.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) informou que esse período de paralisação não pode passar de 4 meses.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!