A proliferação do coronavírus (covid-19) está avançando cada vez mais no Brasil, atingindo pessoas de todas as idades. Recentemente, uma idosa de 97 anos recebeu alta após ter sido contaminada com o vírus no período de quarentena. O caso foi registrado no estado de São Paulo, região que foi mais atingida.

De acordo com informações do G1, a paciente identificada como Gina Dal Colleto, de 97 anos, deu entrada na unidade hospitalar no dia primeiro de abril, quando apresentava sinais da covid-19, como tosse seca e confusão mental. Os médicos fizeram um exame preliminar na paciente onde foi constatado que ela havia contraído o vírus.

Diante disso, ela ficou internada no hospital, para que procedimentos médicos fossem realizados para salvar a vida da idosa.

“Ela estava muito fraca, com a oxigenação em 75%, quando tem que ser, no mínimo, 93%. Trouxemos ela imediatamente para a UTI (Unidade de terapia intensiva), onde ficou por cinco dias”, explica Ludhmila Hajjar, cardiologista e intensivista do Hospital Vila Nova Star. Após receber a notícia que havia sido curada, alguns profissionais da Saúde aplaudiram a recuperação da paciente e fizeram uma pequena homenagem.

Antes mesmo de deixar o hospital em São Paulo, alguns profissionais da área fizeram questão de tirar uma foto com Gina, que é uma das pacientes com a idade mais avançada a se recuperar da covid-19.

O caso também repercutiu bastante pelas redes sociais.

No Facebook, muitos internautas ficaram surpresos com a recuperação da idosa.

São Paulo

Informações cedidas pelo Ministério da Saúde apontam a capital paulista como região mais atingida pelo coronavírus. Foram registradas na cidade 560 mortes e 8.419 casos suspeitos. Diante do alto número de pessoas infectadas, diariamente são divulgadas informações sobre a prevenção da covid-19, tendo em vista que muitas pessoas continuam desorientadas e sem saber como se prevenir.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), realizou algumas entrevistas e comentou sobre a proliferação do vírus na cidade. Apesar dos números altos, Doria informou que a situação é controlável, mas pede para que a população local colabore com a prevenção e fique em casa de quarentena.

Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!