Um médico chamado Igor Kazuo Onaka, pertencente à Unidade de Pronto Atendimento do bairro Sítio Cercado, em Curitiba, acabou sendo agredido por um paciente. De acordo com informações, o agente da Saúde teria percebido que o paciente estaria com covid-19.

Diante disso, o médico relatou ao paciente a situação e foi surpreendido com um soco na cara. O acusado de agredir o profissional da saúde tem 40 anos. Segundo o médico, o paciente foi informado sobre o tratamento necessário para o covid-19. Para isso ele teria que ser encaminhado para o Hospital Evangélico.

Após agredir o profissional que o atendia no momento, o paciente ainda chegou a sujar de sangue outros profissionais que estavam no local, até ser contido por alguns guardas municipais que estavam presentes na unidade de atendimento.

Antes de a equipe de segurança imobilizá-lo, o homem tentou morder os médicos e conseguiu cuspir neles.

O médico contou ao portal UOL que a todo momento tentava conter o paciente, mas ele estava descontrolado ao saber que estava infectado. O médico relatou que disse ao paciente que se ele fugisse do hospital iria configurar um crime. Depois do ocorrido, o profissional que levou um soco no nariz registrou um boletim de ocorrência devido à agressão sofrida.

Proliferação do vírus

A respeito do surto da covid-19, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez um pronunciamento ao vivo informando que a proliferação do vírus não pode fazer com que as atividades profissionais do país sejam totalmente paralisadas.

Contudo, parte dos profissionais da área da saúde continuam afirmando que os trabalhos não devem ser retomados até que a covid-19 seja controlada no país. Pelo fato de não haver uma cura, alguns profissionais da área da saúde temem que novas mortes aconteçam devido ao vírus se proliferar rapidamente em aglomerações.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!