Uma senhora de 91 anos que foi identificada como Vitalina Ferreira dos Santos recebeu alta após ser contaminada com o novo coronavírus. A vítima ficou internada por 10 dias nem um hospital em Cornélio Procópio, no Paraná.

Após deixar a unidade, ela fez questão de agradecer os profissionais da área da Saúde e também tirou uma foto. "Foi uma notícia bastante agradável. O médico chegou batendo palminha para mim, comemorando minha vitória", disse Vitamina. Após deixar o hospital, ela ainda irá permanecer em quarentena para que a doença não a contagie novamente.

Vítimas do novo coronavírus

O novo coronavírus que é um vírus que se prolifera pelo ar pode ter consequências mais gravosas para quem se encontra no grupo de risco.

De acordo com informações do Ministério da Saúde, as pessoas que possuem mais de 60 anos, ou aquelas que possuem alguma doença preexistente, são mais vulneráveis ao vírus.

Nessa quarentena, muitas empresas priorizaram afastar essas pessoas das funções até que o surto do coronavírus seja controlado no país. Além das pessoas que estão no grupo de risco, todas outras correm o risco do contágio, só que de uma forma menos gravosa. Mediante a isso, os profissionais da área aconselham que todas as pessoas permaneçam de quarentena para que o vírus não se propague pelo resto do país.

Até o presente momento, o Brasil registrou cerca de 486 mortes, mais de 11 mil casos confirmados e 127 pessoas que tiveram recuperação. Apesar de ser números bastante expressivos, o Brasil está longe do ranking dos países que registraram mais mortes em decorrência da covid-19.

Aumento dos números

De acordo com especialistas, os próximos dias serão os piores no cenário nacional. Os profissionais da área da saúde informaram que o vírus demora em torno de 15 dias para se manifestar. Esse foi o mesmo período que o país entrou em quarentena. Por isso, muitas pessoas irão apresentar quadros graves da doença.

Por isso que as autoridades governamentais aconselham a população brasileira a respeitar as medidas de quarentena.

Em meio tanta informação, muitas pessoas continuam desacreditado do vírus, onde muitas continuam exercendo suas funções de trabalho normalmente.

Prazo

O Conselho Mundial da Saúde deu um parecer sobre o prazo que o vírus irá permanecer no mundo. De acordo com informações, se o vírus for tratado como prioridade pelos governantes, em menos de 3 meses as coisas começaram a fluir.

Apesar de ser uma estimativa, muitos especialistas informam que o prazo será mais prolongado, já que o vírus está tomando uma grande proporção.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!