Um homem foi morto por um morador na manhã deste domingo (19) ao invadir uma residência no bairro Santo Agostinho, em Governador Valadares (MG). De acordo com informações cedidas pelo G1, o suspeito de 25 anos estava com uma faca com intuito de roubar alguns pertences na residência de luxo.

Quando o suspeito entrou na casa, percebeu que tinha um casal dormindo. Com a faca em punho, ele obrigou as vítimas a mostrarem onde estava o cofre. Para evitar que o crime se consumasse, o dono da casa entrou em luta corporal com o suspeito.

Durante a luta, o ladrão acabou desferindo um golpe de faca no tórax da vítima, que mesmo atingido, continuou brigando com o suspeito.

Após alguns minutos, o morador conseguiu dominar a situação e retirou a arma branca da mão do invasor. Após um descuido do invasor, o morador conseguiu pegar uma arma de fogo e fez alguns disparos para cima do indivíduo, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Uma guarnição da Polícia Militar junto com profissionais da área da saúde foram até a residência de onde havia acontecido o crime. O homem que reagiu a injusta agressão contou aos policiais militares que possuía posse de arma de fogo legalizada. Pelo fato dele está ferido, a vítima acabou sendo levada para uma unidade hospitalar para receber atendimento médico.

O indivíduo que foi morto não teve a identidade revelada pelas autoridades policiais, mas foi divulgado que ele possuía um mandado de prisão em aberto.

O corpo foi encaminhado ao IML de Governador Valadares. O crime será investigado pela Polícia Civil.

Minas Gerais

Além de alguns crimes, a população mineira vem enfrentando outros problemas. Assim como nos demais estados, o novo coronavírus também atingiu a cidade mineira. Mesmo autoridades locais cumprindo os requisitos de quarenta, mortes são registradas quase todos os dias.

De acordo com últimos dados do Ministério da Saúde, cerca de 39 pessoas foram mortas e cerca de 1.154 casos foram confirmados.

A maioria das vítimas são pessoas que estão no grupo de risco. Mesmo com essa quantidade de mortes, São Paulo e Rio de Janeiro são os estados que continuam dominando o ranking dos estados mais afetados. Como não se há informações de cura do vírus ou até mesmo medicamentos para coibir o contágio do coronavírus, agentes da saúde continuam usando as redes sociais para publicar boletins informativos a respeito da prevenção.

A forma mais eficaz é ficar de quarentena em casa. Além disso, é recomendável lavar as mãos frequentemente com água corrente com bastante sabão. O auxílio do álcool em gel também é valido. Como o vírus atinge as pessoas que estão no grupo de risco, é recomendado que essas pessoas não saiam de casa, pois a imunidade não é suficiente para combater o coronavírus.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!