Um recém-nascido teve a vida salva por um policial civil após apresentar dificuldades respiratórias em Sarandi, no norte do Paraná.

De acordo com informações cedidas pelo portal G1, o pai do bebê percebeu que ele estava com dificuldades para respirar e tentou fazer de tudo, mas o recém-nascido continuava dando sinais sobre a faltar de ar. Diante disso, o pai pediu socorro a um vizinho, que emprestou o veículo com pneu furado para que o bebê fosse socorrido no UPA (Unidade Pronto Atendimento) da região.

Durante o caminho até a unidade hospitalar, o veículo apresentou problemas e acabou parando. Desesperados, a mãe e o pai foram até uma delegacia de onde o veículo parou com intuito dos agentes encaminharem o recém-nascido para alguma unidade hospitalar, mas um investigador da Polícia Civil tomou frente da situação e começou a prestar os primeiros socorros na calçada do prédio da delegacia.

Depois de alguns minutos, o policial conseguiu fazer com que o bebê voltasse a respirar. Com isso, o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi solicitado ao local e o bebê foi encaminhado a um hospital, onde permaneceu internado. Até o fechamento dessa matéria, não tiveram informações sobre o quadro de saúde do bebê.

Câmeras de segurança do prédio da Polícia Civil conseguiram registrar todo o momento, desde a chegada da família até os procedimentos realizados pelo policial civil.

O policial civil que prestou os atendimentos não quis se pronunciar sobre o ocorrido e nem teve a identidade revelada. Até o presente momento, o vídeo continua sendo repercutido nas redes sociais.

Paraná

Recentemente saiu um levantamento informando que o estado do Paraná está 30% abaixo do nível nacional em relação ao isolamento social em razão da proliferação do novo coronavírus.

No estado, 42,6% da população está respeitando a recomendação das autoridades. A média no Brasil é de 46,2%.

De acordo com informações do Ministério da Saúde, o estado do Paraná é um dos menos afetados com o vírus, registrando cerca de 41 mortos e 816 casos confirmados do novo coronavírus. Mesmo com o número baixo de mortes de for comparado com os demais estados, autoridades governamentais paranaenses continuam alertando a população local através das redes sociais para comunicar a importância do isolamento social, tendo em vista que o vírus continua avançando no território nacional.

Até o fechamento dessa matéria, o Brasil registrou 1.760 vítimas fatais em razão do vírus.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!