Por conta dos problemas relacionados ao novo coronavírus, uma mulher de 61 anos tomou uma medida diferenciada na noite deste último sábado (2), em Jundiaí, no interior de São Paulo. As informações são do portal UOL.

A mulher foi identificada como Maria Miranda de Souza, conhecida como Dona Nina, que fez um ato de solidariedade para alguns coletores de lixo do bairro.

Com uma mesa farta, a Dona Nina convidou os trabalhadores para jantar em sua residência. Sem questionar, todos os coletores aceitaram o pedido. No cardápio de comida caseira tinha arroz, feijão, estrogonofe de frango, farofa, ovo mexido, berinjela refogada, salsicha ao molho e pães.

"Os coletores têm um papel muito importante para todos nós. E tem muita gente que não enxerga o trabalho deles como deveria", disse ao UOL a dona de casa. A iniciativa de solidariedade começou no último dia 27 de abril, onde a mulher conversou com os coletores de lixo e perguntou se eles estavam se alimentando em meio a pandemia do coronavírus.

Por conta do excesso de trabalho, os coletores de lixo informaram a Dona Nina que era difícil realizar uma boa refeição. Diante disso, a dona de casa teve a ideia de fazer um jantar.

O ato de solidariedade está gerando repercussão nas redes sociais. Muitos internautas foram favoráveis ao ato realizado pela dona de casa em favor aos coletores de lixo de Jundiaí.

Coronavírus e SP

Assim como os demais estados do Brasil, São Paulo também vem sofrido com a pandemia do novo coronavírus. De acordo com as últimas atualizações do Ministério da Saúde, foram registrados 2.586 óbitos e 31.174 casos confirmados da doença.

Recentemente, o uso das máscaras passou a ser obrigatório para aquelas pessoas que dependem do transporte público.

Multas poderão ser aplicadas para aquelas pessoas que entrarem nos transportes sem o uso do item.

Rio de Janeiro e problemas do vírus

Recentemente, uma pesquisa apontou que em menos de 24 horas, cerca de sete agentes da segurança pública vieram a óbito por conta das consequências do coronavírus. Outros 136 PMs testaram positivo para a doença.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!