Anúncio
Anúncio

Na tarde deste sábado (2), o senador David Alcolumbre, do Dem-AP, foi eleito presidente do Senado Federal por maioria de votos. O planejado era que a decisão fosse um dia antes, mas devido a muito tumulto e discussão a sessão foi remarcada. Outro fato também chamou muito a atenção de quem acompanhava o andamento da nova sessão: o candidato Renan Calheiros do MDB - Alagoas, resolveu retirar sua própria candidatura da Presidência ao Senado no pleito. É a primeira vez que David assume o comando da Casa. Alcolumbre é um aliado de Onyx Lorenzoni, o ministro-chefe da Casa Civil.

Segundo registros, foram contabilizados 42 votos a favor do senador eleito, David Alcolumbre, sendo que o total de votos foi de 77.

Anúncio

Senadores que abstiveram seus votos

Segundo informações, Renan Calheiros (MDB), Jader Barbalho (MDB- Pará), Eduardo Braga (MDB - Amazonas), e Maria do Carmo do Democratas pelo Sergipe, abstiveram seus votos.

A disputa ao cargo de presidente do Senado se deu de maneira secreta, após a decisão do ministro do Supremo, Dias Toffoli. Mesmo com a decisão do ministro do STF, consta que alguns dos votantes anunciaram o nome de sua escolha ao depositar as cédulas nas urnas, já que na decisão de Toffoli também requereu-se o registro em cédulas.

Senadores no páreo e a desistência de Renan Calheiros

No páreo, ao todo 5 senadores disputaram junto a Alcolumbre, são eles: Espiridão do Partido Progressista pelo Estado de SC (contabilizou 13 votos), Angelo Coronel do Partido Social Democrático pelo Estado da Bahia (contabilizou 8 votos), Reguffe (sem partido, pelo Distrito Federal- contabilizou 6 votos), Renan Calheiros, do MDB por Alagoas (contabilizou 5 votos, apesar da desistência), e Fernando Collor do PROS, de Alagoas, totalizou 3 votos.

Anúncio

A desistência de Renan Calheiros no pleito se deu em meio a segunda votação. Já que, segundo registros, da primeira vez a votação da Casa teve que ser cancelada por conta de que alguém colocou uma cédula a mais na urna.

Para muitos, Renan Calheiros era tido como o principal adversário de David Alcolumbre na disputa.

O fato de alguns senadores terem declarado seu voto também incomodou Renan que, em discurso inflamado contra David, retirou sua candidatura, já avistando a vitória de seu oponente: 'o Davi é o Golias', reiterou. O ato corroborou também em um estopim por parte dos adversários de Alcolumbre, que, também contrariados pediram o cancelamento da sessão, o que não foi acatado pela mesa diretora.

Anúncio