De acordo com algumas informações, o governo federal endureceu, na noite de sexta-feira (27), as regras para o fechamento de fronteiras aéreas e não permitirá a entrada de estrangeiros de todas as nacionalidades, incluindo países parceiros do Brasil como os Estados Unidos.

A cerca de uma semana atrás, as fronteiras aéreas haviam sido fechadas para países que possuíam casos confirmados de covid-19, incluindo todos os membros da União Europeia. A portaria publicada foi editada pelos ministros da Justiça (Sergio Moro), da Saúde (Luiz Henrique Mandetta), da Casa Civil (Braga Netto) e da Infraestrutura (Tarcísio Gomes).

A medida irá entrar em vigor na segunda-feira, tendo um prazo de 30 dias

Essa e outras medidas estão sendo tomadas para evitar a proliferação do vírus no país. Até o presente momento, o Ministério da Saúde apresente 92 mortes em decorrência do covid-19. A maioria das mortes estão localizadas no estado do Rio de Janeiro e São Paulo. Ambos estados tem um número grande de turistas que passeiam pelas cidades.

Aeroportos evitam proliferação de covid-19

Com a proliferação do novo covid-19, autoridades brasileiras tomaram algumas medidas extremas para que a proliferação não seja maior do que já é. De acordo com algumas informações cedidas pelo próprio governo, nenhum voo internacional poderá acontecer nos aeroportos brasileiros.

Nenhum turista pode chegar no solo brasileiro até que a pandemia amenize no país.

Essa medida está sendo tomada para precaver os brasileiros e os próprios turistas que visitam o país. Essa medida também está sendo adotada por demais países, tendo como exemplo os Estados Unidos. O governo local informou que nenhum voo poderá acontecer nos próximos dias até que uma medida seja tomada referente ao covid-19.

Voos para algumas regiões do Brasil ainda estão acontecendo, mas algumas medidas de precaução estão sendo tomadas. Em diversos pontos dos aeroportos é possível conferir frascos de álcool em gel para os passageiros se desinfectarem de um possível vírus. Essa é uma das maneiras de evitar a proliferação do vírus no aeroporto, já que milhares de pessoas passam por dia.

Situação crítica em alguns países

Atualmente, a Itália é um dos países que está em situação crítica decorrente ao covid-19. De acordo com informações de jornais locais, o país registra 900 mortes por dia. A maioria dos casos envolvem pessoas de idade. Medida de quarentena já é adotada em todo país, mas os números continuam a aumentar a cada hora.

A China e os Estados Unidos também estão na lista dos países que registram mais mortes em decorrência do surto do covid-19. Ambos os países possuem abrigos especiais para locar as pessoas que estão em tratamento do vírus.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Corinthians
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!