Um vídeo circula nas redes sociais mostrando um apoiador do presidente Jair Bolsonaro ameaçando "comunistas". O caso foi registrado em Santos, no litoral de São Paulo, neste último final de semana, após algumas pessoas realizaram passeatas pró-Bolsonaro em meio a problemas que o presidente vem enfrentando.

De acordo com informações fornecidas pelo G1, um homem, que não teve a identidade revelada, participava da carreata organizada pelos apoiadores do atual Governo. Durante o ato, o indivíduo gravou um vídeo mostrando sua arma e ameaçando opositores.

"Comunista safado. O bagulho aqui é o seguinte, cê tá ligado , diz o motorista enquanto mostra um revólver que leva no colo enquanto dirige. Vai comer mortadela", comentou o indivíduo. Ainda no final da gravação, é mostrada uma faca. O jovem ainda xingou um homem que passava de moto buzinando contrário ao ato pró-Bolsonaro.

Manifestação pró-governo

Nesse último final de semana, além do estado de São Paulo, outras regiões do Brasil também tiveram atos de apoio ao atual presidente. Em Brasília, na saída do Palácio da Alvorada, algumas pessoas estavam vestidas com as cores do Brasil e gritavam a favor de Bolsonaro. Todo o ato foi pacífico, mas algumas viaturas da Polícia Militar acompanhava o ato.

Esses atos estão sendo realizados após Bolsonaro se hostilizado por parte da população brasileira e até mesmo por alguns parlamentares. Após Sergio Moro informar sua saída do governo, onde exercia a função de ministro da Justiça e Segurança Pública, muitas pessoas atrelaram isso às novas escolhas de Bolsonaro. O chefe do Executivo ainda chegou a perder milhares de seguidores em redes sociais.

Jair Bolsonaro

Na manhã desta segunda-feira (27), Bolsonaro se reuniu com alguns jornalistas para argumentar sobre os problemas atuais do país em meio à pandemia. Após responder algumas perguntas, o presidente reforçou a importância do economista Paulo Guedes em seu atual governo.

"Acabei mais uma reunião aqui tratando de economia.

E o homem que decide a economia no Brasil é um só: chama-se Paulo Guedes. Ele nos dá o norte, nos dá recomendações e o que nós realmente devemos seguir”, comentou Bolsonaro. Além disso, o político informou que novos nomes estão sendo estudados para assumir o cargo de diretor-chefe da Polícia Federal.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Política
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!