O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse, durante uma entrevista à rádio Super, de Minas Gerais, nesta quinta-feira (2), que seu partido contratou um escritório de advocacia para investigar possíveis crimes de responsabilidade que possam ter sido cometidos pelo atual presidente, Jair Bolsonaro (sem partido).

Com base nessa investigação, o PT se reunirá dentro de cerca de 15 dias para decidir sobre um possível pedido de impeachment.

Segundo Lula, o grande problema é que o atual presidente é a própria crise do país. "Um cidadão que tem a pachorra de publicar uma fake news sobre o Ceasa de BH vazio, que o pessoal não tava trabalhando e depois pede desculpa'', disse.

Além disso, o ex-presidente informou que Bolsonaro não está preparado para assumir os problemas do Brasil, tendo como exemplo a proliferação da Covid-19.

Bolsonaro e a Covid-19

Bolsonaro chegou a criar campanhas com o intuito de fazer com que os trabalhos no país voltassem a acontecer em meio à pandemia. Por isso, a Justiça do Rio de Janeiro analisou a situação e vetou as campanhas do atual presidente, pois as mesmas tinham o objetivo de fazer com que as atividades no país voltassem, o que iria aumentar ainda mais o número de infectados e mortos em decorrência da Covid-19.

Profissionais da área da saúde continuam a fazer apelos para a população para que todos fiquem em casa. Muitos médicos e enfermeiros fizeram campanhas com o objetivo de orientar a população brasileira sobre a necessidade de manter a quarentena.

Mesmo com tamanha dedicação dos profissionais da saúde, algumas pessoas estão desacreditadas da proliferação do vírus que já vitimou milhares de pessoas em todo o mundo.

Segundo atualização do Ministério da Saúde, nesta quinta-feira, o Brasil tem 299 mortes em decorrência da Covid-19. O número de infectados confirmados chega a 7.910, sendo 3.506 em São Paulo.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Lula
Seguir
Siga a página PT
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!