O hospital onde a deputada Carla Zambelli ficou internada, o DF Star, divulgou, em boletim médico na noite desta sexta-feira (28), que a deputada não foi contaminada pelo novo coronavírus, mas sim apresentou um quadro de endometriose profunda.

O comunicado de que a apoiadora do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) havia contraído a Covid-19 foi realizado nos perfis oficiais da deputada por ela mesma, quando afirmou ainda que realizaria o tratamento com a hidroxicloroquina, medicação defendida fortemente pelo presidente mesmo sem nenhuma comprovação científica de sua real eficácia.

Consulta

De acordo com o divulgado, Zambelli foi ao hospital nesta sexta-feira para realizar uma consulta de rotina na qual foi confirmado que a deputada não tinha a doença causada pelo novo coronavírus e a suspeita de uma doença autoimune também foi descartada.

Após investigação clínica realizada pela equipe médica hospitalar, o diagnóstico da deputada foi de endometriose profunda, no qual ela já iniciou o devido tratamento. Ainda de acordo com o boletim divulgado pela instituição, Zambelli está bem e segue em acompanhamento ambulatorial.

Covid-19

A divulgação de contaminação pelo coronavírus aconteceu no dia 19 de agosto, quando a deputada bolsonarista afirmou que já estava em isolamento social e informou que seu quadro era assintomático.

Após a divulgação do boletim médico por parte do hospital, a deputada se manifestou nas redes sociais e destacou que jamais mentiu sobre seu quadro de Saúde e sobre o resultado de seu teste.

Zambelli relatou que o primeiro teste que ela realizou havia dado positivo e chegou a postar o exame nas redes sociais.

Contudo, ela afirma que foi um falso positivo. Ela também disse que jamais deixou de seguir as orientações médicas e pediu aos seguidores que, caso recebam um teste positivo para a Covid-19, façam o mesmo.

Ao mencionar um blog que divulgou que ela mentiu sobre o resultado para promover o uso da hidroxicloroquina como forma de apoiar a defesa de Bolsonaro em torno da medicação, a deputada afirmou que o blog será processado, pois ela nunca mentiu e o hospital jamais alegou isso.

Como o primeiro exame apontou resultado positivo, o hospital apenas confirmou que o diagnóstico inicial estava errado, o que não implicaria em uma mentira da deputada.

Apoiadores

A deputada recebeu apoio de diversos seguidores de seu perfil no Twitter. Alguns afirmaram que este não é o primeiro e nem o último teste que dará um falso positivo.

Outros afirmaram que não importa o engano e sim a postura da deputada em ter seguido todas as orientações médicas.

Contudo, opositores também comentaram seu tuíte em tom de ironia. Alguns disseram que a cloroquina é tão boa que cura até quem não está doente. Já outros disseram que ela mente tanto que nem sente mais.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Governo
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!