Em entrevista ao site Metrópoles, a presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann, comentou um pouco sobre a situação em que se encontra o cenário político quanto à eleição para presidente da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

A petista disse que o apoio à chapa do deputado Baleia Rossi (MDB) é apenas para garantir que o deputado apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Arthur Lira (Progressista), não ganhe as eleições.

O MDB foi um dos principais beneficiados com impeachment contra a ex-presidente Dilma Rousseff, em 2016, no entanto, o PT decidiu apoiar o emedebista por medo do candidato apoiado por Bolsonaro ganhar as eleições que automaticamente acaba beneficiando o presidente.

O PT possui uma das maiores bancada na Câmara que é composta por 57 parlamentares. Eles irão se reunir na segunda-feira (4) para discutir se realmente vão apoiar Baleia, pois existe um pequeno grupo no partido que insiste que o PT lance um candidato.

Mas o outro grupo acredita que não seria a melhor opção porque se o partido lançar um candidato iria dividir os votos o que abriria uma maior chance de Arthur Lira ganhar as eleições.

Bolsonaro é o 'mal maior' contra o Brasil, diz Gleisi

Gleisi também fez questão de dizer que esse apoio ao MDB é até a eleição passar, pois é preciso conter o "mal maior", referindo-se a Bolsonaro. "Nós consideramos o Bolsonaro o mal maior neste momento", disse a deputada.

A deputada disse que o maior motivo para prestar tal apoio é o fato do candidato Arthur Lira ser apoiado por Bolsonaro, o qual tenta dar mais um passo político para aumentar seu poder de autoritarismo.

Segundo a petista, Bolsonaro é uma ameaça contra os direitos e garantias individuais dos cidadãos brasileiros. Outro ponto que Bolsonaro vem fazendo uma péssima atuação é no combate ao coronavírus.

Gleisi disse também que tem o presidente como a maior ameaça contra o Brasil, no momento, por apresentar atitudes fascistas que tem como objetivo controlar as instituições judiciais e precisa ser combatido.

Gleisi falou sobre as críticas recebidas tanto pelos membros do partido e também pelos eleitores. A petista disse que Bolsonaro ganhou o apoio de vários setores como a ala militar, dos empresários e uma parte do Judiciário brasileiro e agora tenta ganhar apoio na Câmara, e caso Bolsonaro consiga o apoio o Brasil pode sofrer muito, pois presidente representa uma grande ameaça à democracia no momento.

Apoio ao MDB não é sobre as eleições 2022, diz Gleisi

Gleisi também fez questão de ressaltar que a reunião e apoio com o MDB não tem como objetivo formar bloco para disputar as eleições em 2022 e afirmou que os partidos têm pensamentos diferentes quanto às pautas econômicas.

Ela disse que nenhum partido da direita sinalizou se quer ou não aliança com o PT e afirmou que a direta já vem se preparando para as eleições de 2022 nas eleições municipais de 2020. Ela ressaltou que cada grupo deve criar suas estratégias.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página PT
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!