Uma jovem de apenas 23 anos despencou da janela do prédio em que reside após tentar fugir da quarentena para evitar o contágio do novo coronavírus. De acordo com os relatos, a Mulher tentava sair de casa para poder visitar a mãe, que morava em outro endereço, no entanto, era impedida pelo marido, que não a deixa sair do local. Desesperada, a jovem tomou a iniciativa de pular para fora do apartamento, sofrendo escoriações leves pelo corpo.

A mulher em questão tentou pular do 1º andar do prédio, localizado da cidade de Santos, litoral de São Paulo.

As informações foram obtidas pela Polícia e divulgadas nesta quarta-feira (25).

De acordo com as informações da Polícia Militar, o fato inusitado ocorreu na avenida Dr. Pedro Lessa, no bairro Embaré, com a mulher caindo ao tentar pisar na telha, que não suportou e acabou quebrando.

Segundo os relatos obtidos por Karla Cristina Martins Pereira, delegada na Delegacia de Defesa da Mulher, a moça em questão estava em período de isolamento, tentando sair da casa para poder visitar a mãe e recebendo um não de seu marido, que afirmava que não era o adequado a se fazer.

A partir daí, começou um conflito entre os dois e, ao tentar sair pela janela da residência, ela acabou caindo e se machucando.

Ainda de acordo com a delegada, o marido, ao ver a situação, também tentou sair pela janela, se machucando em decorrência do fato. Ambos tiveram escoriações leves no corpo e foram levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Após serem liberados do local, deverão dar depoimentos para a DDM do município.

Coronavírus na Baixada Santista

No momento, a Baixada Santista soma mais de 500 casos suspeitos, com cinco aguardando a contraprova, que é realizada pelo Instituto Adolfo Lutz (IAL). Para o receio da população local, 4 pessoas faleceram na região com suspeita de terem sido infectadas pelo coronavírus. No momento, todas as mortes estão sendo investigadas pelas equipes profissionais de vigilância epidemiológica.

O resultado do exame é aguardado.

Na cidade, comércios de rua, shoppings, hotéis, bares, restaurantes e academias se encontram fechados. Todas essas precauções visam conter o avanço da Covid-19. Acessos há algumas cidades também estão bloqueados para turistas até o momento desta publicação. As faixas de areia também estão tendo as restrições devidas.

Mortes por coronavírus podem disparar a 5 mil

De acordo com o relatório emitido nesta segunda-feira (23) pela Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), é indicado que o Brasil, até o dia 6 de abril, poderá ter 207.435 casos de pessoas infectadas, somando 5.571 mortes.

A projeção realizada está levando em consideração a evolução do contágio em países como Itália, China e Irã.

Não perca a nossa página no Facebook!