Por conta da covid-19, uma família de Praia Grande, no litoral de São Paulo, teve a vida mudada. De acordo com informações do UOL, mãe, irmã e três filhos foram contaminados com o novo coronavírus. A matriarca da família continua internada em situação grave, tendo em vista que o vírus continua resistindo aos tratamentos médicos realizados.

Pelo fato de estar internada, ela ainda não sabe que seu filho Luiz Fagner Dias Novaes, de 31 anos, morreu em razão das complicações do vírus. Os médicos que tiveram contato com o paciente revelaram que ele chegou a ficar durante alguns dias internado em situação grave, onde diversos procedimentos foram realizados, mas pelo fato da gravidade da situação, ele acabou não resistindo e morreu.

São Paulo

O estado de São Paulo é o mais atingido com o surto da covid-19, com 608 mortes decorrentes da doença.

Policiais Militares do estado de São Paulo informaram que não concordam em prender quem descumprir com as medidas de isolamento social. Em meio à proliferação da covid-19, autoridades governamentais decretaram medidas que não poderão ser realizadas nesse período de quarentena, tendo como exemplo: ir em praia pública.

Cronavírus

O vírus está vitimando milhares de pessoas no mundo. Durante esse período de quarentena, o país mais atingido com a doença são os Estados Unidos, onde registrou cerca de 23.649 mortes e 587.337 casos confirmados. No começo da proliferação do vírus, a Itália era o país mais atingido, onde chegou a registrar mais de 900 mortes diárias.

De acordo com informações do Ministério da Saúde, cerca de 1.355 pessoas foram vitimas fatais e 23.753 casos confirmados. Assim que os primeiros casos foram registrados, medidas de isolamento foram adotadas por governantes locais.

Durante algumas entrevistas, o atual ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, informou que não existe previsão de retomada de parte das atividades profissionais no Brasil.

O ministro informou que ainda não existem medicamentos para coibir que novas pessoas sejam vítimas fatais. Diante disso, ele informou que a paralisação irá se estender por mais algumas semanas.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!