Entidades e líderes religiosos continuam a realizar cultos e missas, apesar das recomendações do Ministério da Saúde para não promover aglomerações. Em São Paulo, o pastor Silas Malafaia publicou um vídeo nas redes sociais após o governador João Doria sugerir, na quinta-feira, 19, a suspensão dessas celebrações.

Na tentativa de conter a propagação do coronavírus, Doria recomendou à população da Grande São Paulo que, a partir de segunda, 23, evitasse comparecer a missas, cultos e celebrações que concentrem um número muito grande de pessoas. O governador sugeriu que, permanecendo abertas, as igrejas e templos limitem o público e determinem que os fiéis permaneçam a 3 metros de distância um do outro.

Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, tem criticado as medidas restritivas e recusa-se a fechar suas igrejas.

Na tarde do último sábado, Malafaia chegou a publicar um vídeo em seu Twitter, estimulando fiéis a comparecem aos cultos. Falando sobre a importância da prevenção, afirmou que vai disponibilizar álcool em gel nas portas da igreja, dizendo ainda que é preciso tomar cuidado para não transformar a preocupação em uma "neura louca".

Criticado por suas declarações, posteriormente disse que apenas fecharia os estabelecimentos por determinação da justiça, e que não cumpriria os decretos locais de cidades e estados.

No Rio de Janeiro, o Ministério Público protocolou uma ação pública a fim de proibir Malafia de realizar aglomerações, sob a pena de ser multado por desobediência.

A Justiça estadual, contudo, negou o pedido.

Igrejas evangélicas seguem com cultos lotados

Além das igrejas de Silas Malafaia, que tem filiais por todo o país, também a Igreja Universal do Reino de Deus, comandada por Edir Macedo, a Igreja Mundial do Poder de Deus, do apóstolo Valdemiro Santiago e outras congregações seguem realizando cultos e reunindo milhares de fiéis em suas sedes.

Segundo apuração da Agência Pública, os templos da Igreja Universal continuam a promover cultos normalmente, apenas oferecendo álcool em gel para visitantes que adentram no estabelecimento. Não há limitações para o número de pessoas que adentram no ambiente, apesar da orientação de manter distância entre as cadeiras.

Outras igrejas passaram a orientar os fiéis a assistirem aos cultos online, a exemplo da Igreja Quadrangular do Poder de Deus, Sara Nossa Terra e Renascer em Cristo.

O Ministério Público de São Paulo tem cobrado do governador um decreto para o fechamento de igrejas, uma vez que as orientações para se evitar aglomerações não têm sido o suficiente.

Ana Paula Valadão critica pastores

A pastora e cantora Ana Paula Valadão, da banda gospel Diante do Trono, criticou líderes religiosos por suas atitudes diante da pandemia. Em vídeo publicado no Instagram, na quarta-feira, 18, Valadão falou sobre ameaça ao bom senso e reforçou que as pessoas devem ficar em casa. A cantora falou ainda de seu temor de que sejam os fiéis justamente os propagadores do vírus.

Em resposta, Silas Malafaia gravou um vídeo no qual aponta "acusações levianas e inescrupulosas", reafirmando que sua igreja permanecerá aberta. O pastor alegou que não há nenhum líder chamando os crentes para o culto, mas apenas oferecendo o templo para auxílio espiritual em tempo de crise.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!