Com apenas 14 anos Mama Cax foi diagnosticada com câncer e com vários tumores nos ossos e nos pulmões, que lhe custaram uma perna amputada. Desde então ela teve que andar com uma prótese que irá lhe acompanhar por toda a vida, além de muletas. Sofrer de câncer já é uma experiência traumática e Mama Cax tem ainda as marcas da luta para vencer a doença, à custa de muita dor.

Enquanto algumas pessoas perdem a motivação de viver numa situação dessas,  ela faz das suas experiências um motivo para ir em frente e fazer da sua vida uma motivação para outras pessoas que perderam isso em suas vidas. Mama Cax mostra que deficiência nenhuma vai limitar ela a viajar pelo mundo, contando suas experiências em seu blog e na sua página no #Instagram.

Com seus 17 anos, já curada, começou a viajar e foi até a Costa Rica. Desde então Mama já viajou por 20 países em 5 continentes, sempre registrando o que vê e o que vive, seja no mundo da #Moda, seja na gastronomia. Em seu #Blog ela conta a experiência de uma mulher negra, deficiente e de muleta que passa por diferentes culturas. É uma experiência única.

Assim escreveu em seu blog: “Eu não estive muito contente com a imagem da mídia de beleza. Eu tornei a minha missão pessoal infiltrar a ‘indústria da beleza’ – andar por aí de muletas e com uma perna mecânica faz com que as pessoas gritem ‘Arrasa, garota! Você ainda é linda!' Ainda? Eu sou linda e estou aqui para mostrar o quão bonita eu sou por dentro e por fora”.

Com 57 mil inscritos no seu Instagram, a também modelo não tem medo de exibir seu corpo inteiro. Hora ela mostra sua perna mecânica, hora mostra a perna sem o equipamento. Ela sempre chama atenção não só pelo que veste, mas também por incorporar sua prótese com várias estampas que a fazem única.

Mama, além de blogueira, chama a atenção na sua superação de tudo que passou e que fez dela um exemplo a ser seguido por aquelas pessoas que perderam a motivação e se sentem diferentes das demais.  Mama Cax mostra que isso não é motivo para desanimar e se sentir menor, pois todos nós temos um motivo para sermos felizes.