Alexa

China

Essa é uma comunidade sobre China. Inscreva-se agora para receber as últimas atualizações e se conectar com outros membros.

Administrador: Patricia

Inscrito

China

Canal

Clique para seguir o canal e receber atualizações
Você tem de seguir este canal para continuar a ler
Quero receber atualizações sobre China
More

China já desbancou os EUA nos jogos Olímpicos e quer realizar o mesmo na economia mundial. Inscreva-se e acompanhe tudo sobre esse país.

A República Popular da China é, atualmente, o país mais populoso do mundo com mais de 1.4 bilhões de pessoas, segundo dados oficiais da Organização das Nações Unidas (ONU). O único país que se aproxima da população chinesa é a Índia, com 1.2 bi. A China está situada no continente asiático e tem uma cultura e história tão rica como poucos países no mundo. A civilização chinesa é uma das mais antigas, e buscam manter até os dias de hoje algumas de suas tradições.

A China já é considerada uma potencia mundial e segue em ascensão. O Fundo Monetário Internacional divulgou a projeção de crescimento do Produto Interno Bruto para o ano de 2015 e a China deve alavancar sua economia em 6,8%. Para se ter uma ideia, os Estados Unidos devem crescer 3,1%, menos da metade dos chineses. O país que lidera a expansão econômica comercial é a Índia, com a previsão de crescimento de 7,5%.

Com o crescimento chinês, a soberania americana no mundo passa a ter uma forte concorrente. A China tem no Japão seu rival histórico, principalmente pela disputa de influência na Ásia, porém, ultrapassar apenas o Japão não é a principal meta do governo chinês. Eles pretendem se tornar o país mais rico e influente do mundo nas próximas décadas, quebrando a hegemonia histórica dos Estados Unidos da América.

Economistas mundiais veem potencial na China para exercer o papel de soberania no mundo, porém, contrapõem que o crescimento no país deve ser mais organizado. Com uma população numerosa e o crescimento desenfreado dos últimos anos, o mercado chinês se sobrecarregou, podendo se exemplificar com o imobiliário, e obrigou o governo a desacelerar a economia.

Controle de natalidade

A política do filho único, aplicada pelo governo chinês em 1979, é uma das medidas controversas daquele país. Para tentar diminuir a explosão populacional que assolava a China, o governo determinou que as famílias só pudessem ter um filho. Quem descumprisse essa medida teria que pagar altas multas, ou até mesmo sofrer represálias maiores como a realização de aborto ou esterilização. Porém, em 2014, uma pequena liberdade nessa política foi adotada e 11 milhões de casais foram autorizados a ter um segundo filho, porém, apenas 10% usaram desse direito, segundo números da Folha de S. Paulo.

Quem segue China?
Flavio Santos
D.cabral
Ggilmar Asantos
Maria José Aparecida
Edemilson Nascimento
Marcio Rogerio Garves Junior Juninho
Sergio Arita
Quero receber atualizações sobre China