Inscreva-se e fique por dentro das últimas notícias sobre a ciência, saúde, tecnologia e meio-ambiente.

Ciência

Nos últimos milênios a humanidade fez inúmeras descobertas curiosas, assombrosas e inesperadas sobre o mundo que vivemos. Hoje, vivemos em uma sociedade sustentada e dependente dos avanços conquistados pela ciência, mesmo que muita gente não saiba disso.

O conhecimento sempre foi um pré-requisito para a sobrevivência e, por isso, nosso futuro está intimamente atrelado a nossa curiosidade e como vamos utilizar esse conhecimento.

A ciência é para todos! Para gostar dela você não precisa ser um grande gênio da física. O único requisito é que você seja uma pessoa curiosa. Pessoas curiosas não só fazem boas perguntas, mas também procuram ativamente as respostas.

Foi graças a pessoas curiosas que hoje existem computadores, smartphones, aviões, eletricidade, antibióticos, entre outras tantas facilidades cotidianas. Sem a ciência, viveríamos em mundo completamente diferente.

Talvez a ciência não garanta a salvação à humanidade, mas ela oferece a possibilidade de escolher qual vai ser o nosso destino ao invés de vivermos no mundo do desconhecido. A ciência não diz o que fazer com todo o conhecimento acumulado. Caberá a nós fazer essa decisão, seja para o bem ou para o mal.

Felizmente, a internet possibilitou a transmissão do conhecimento de forma muito mais rápida, transparente e colaborativa. Desde os primórdios da humanidade, nunca o conhecimento científico esteve tão acessível à todos. Vivemos a era do conhecimento.

Esperamos que esse canal seja a porta de entrada para um mundo de curiosidades e descobertas.

Inscreva-se e seja bem-vind@ à aventura do conhecimento!

“Tornamos nosso mundo significativo pela coragem de nossas perguntas e pela profundidade de nossas respostas” Carl Sagan

Who follows the Ciência channel?

Tatiana AzevedoFrancisco AiresEmanuele WöstehoffGiselda Maronez BastianiRonn TavaresNilvana Maria MoriggiAristóteles Benício

Monthly react of the channel:4.848

Ciência

21/9/2018

Atenção, estudantes! Estão abertas as inscrições para o curso promovido pelo Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CPNEM). Ele é destinado especificamente para alunos matriculados em cursos de graduação universitária das áreas de Ciências Exatas e da Terra (Inclui as Engenharias) e das Ciências Biológicas e da Saúde de instituições de toda a América Latina e do Caribe. O objetivo do Programa é promover a pesquisa e o desenvolvimento tecnológico dos jovens. Assim, quem for selecionado passará os dois primeiros meses de 2019 em Campinas (SP) imersos na solução de desafios científicos e tecnológicos propostos por quatro pesquisadores dos quatro Laboratórios Nacionais do CNPEM. Saiba mais em:goo.gl/BhDBro">https://goo.gl/BhDBro#Agenda#Educação#Profissionalização#Tecnologia#Ciência#Programa#Curso#Edital#Biologia#Saúde#Terra#AméricaLatina#Caribe#CNPEM#Campinas#SP#Brasil

Ciência

20/9/2018

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) recebeu 54 projetos de soluções de Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês), sendo 23 para cidades, 17 para saúde e 14 para soluções no campo. Do valor total dos projetos, o BNDES vai oferecer até R$ 30 milhões para os que forem selecionados na fase inicial. A divulgação da seleção está prevista para o final de outubro. Saiba mais em:goo.gl/jUHEBT#Tecnologia#Inovação#InternetDasCoisas#IoT#Investimento#AporteFederal#Recursos#Edital#BNDES#Brasil

Ciência

20/9/2018

Alunos de Física e áreas afins têm até 15 de novembro para se inscrever no curso de duas semanas de imersão em física experimental promovido pelo Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) no Rio de Janeiro. As atividades, voltadas principalmente para alunos da graduação, proporcionam aos alunos terem contato com equipamentos de ponta dos laboratórios do CBPF.Ao todo, serão 10 módulos, incluindo 15 temas, entre eles, física de partículas, spintrônica, nanociência e magnetometria. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site. As aulas começam em 4 de fevereiro. Saiba mais:goo.gl/3tJhFP">https://goo.gl/3tJhFP#Educação#FísicaExperimental#Física#imersão#laboratório#Ciência#Curso#pesquisa#InscriçõesAbertas

Ciência

19/9/2018

Benefícios fiscais previstos na legislação promoveram investimentos em atividades de pesquisa e inovação atendendo mais de 10 mil projetos em 2017. Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do MCTIC, para cada R$ 1 incentivado, empresas investem outros R$ 5 por conta própria.Ao conceder vantagens fiscais às empresas que realizam atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação, a lei potencializa a competitividade, estimula a criação de empregos especializados e reduz os riscos para a empresa que busca inovar. As quase 1,5 mil empresas participantes serão beneficiadas após a avaliação de consultores especialistas, que vão verificar o cumprimento de todos os requisitos exigidos. Saiba mais:goo.gl/StE4cL">https://goo.gl/StE4cL#Tecnologia#Benefício#LeidoBem#Legislação#Projeto#Empresa#Desenvolvimento#Investimento#Pesquisa#Brasil

Ciência

19/9/2018

A participação da comunidade contribui para a conscientização e ajuda a desenvolver a parte científica de percepção de riscos de desastres. Por isso a importância da campanha Aprender para Prevenir, criada pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden). Até 1 de outubro, escolas, defesas civis e universidades de todo o país podem enviar projetos de conscientização e prevenção de desastres naturais relacionados ao impacto da ação humana nas ocorrências que envolvam excesso ou falta de água, causando enchentes ou estiagem. Podem ser enviados vídeos e fotos de ações de capacitação sobre a prevenção e mitigação de desastres. Participe! Saiba mais em:goo.gl/XcjBCL">https://goo.gl/XcjBCL#Sustentabilidade#Cemaden#AprenderParaPrevenir#PrevençãodeDesastres#Conscientização#Brasil

Ciência

19/9/2018

Essa é a posição defendida pelo presidente do Comitê Científico do AmazonFACE, David Lapola. O programa estuda os impactos das mudanças climáticas no futuro da floresta amazônica. Segundo Lapola, a ciência vive um momento crítico em decorrência da dificuldade dos pesquisadores em comunicar seus trabalhos. Os efeitos das mudanças climáticas impactam toda a sociedade e isso não é só um problema da ciência. Assim, é necessário que a comunicação entre ciência e população seja clara para que todos entendam as consequências e saibam tomar decisões de como enfrentar as mudanças climáticas. Saiba mais em:goo.gl/yMCSDj">https://goo.gl/yMCSDj

Ciência

18/9/2018

A estrutura atende a uma demanda antiga das populações tradicionais pela criação de um sistema de aproveitamento de jacarés, como uma estratégia de manejo e conservação da espécie. Batizada de Planta de Abate Remoto (Plantar), tem baixo impacto ambiental graças à adoção de tecnologias sustentáveis. Possui 112 m² de área, energia solar e tecnologia para captação de água. O uso de jacarés é uma atividade tradicional na região amazônica. Segundo os pesquisadores, a comercialização de forma sustentável da carne de jacarés pode ajudar a conservar as espécies na Amazônia, além de gerar renda para as comunidades. Saiba mais:https://bit.ly/2MIPxFx#Sustentabilidade#Tecnologia#MeioAmbiente#Fauna#Amazônia#Jacaré#InstitutoMamirauá#Brasil

Ciência

17/9/2018

Conhecimento de riscos, monitoramento, comunicação e capacidade de resposta. Para os pesquisadores do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), os sistemas de alerta devem ser estruturados em torno destes quatro eixos fundamentais. Para garantir a participação da população, é preciso conhecer os grupos sociais que compõem o sistema, suas vulnerabilidades e capacidades. Leia mais:https://bit.ly/2Nea0XV#Sustentabilidade#Alerta#DesastresNaturais#PrevençãodeDesastres#Cemaden

Ciência

17/9/2018

A partir de 2019, o Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel) será a primeira instituição do país a oferecer doutorado em telecomunicações. O curso com oito vagas por semestre será voltado a profissionais e pesquisadores que já tenham mestrado na área. A implantação do programa na instituição, localizada em Santa Rita do Sapucaí (MG), foi aprovada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Confira mais informações:https://bit.ly/2Qt5gvp#Educação#Profissionalização#Doutorado#Telecomunicação#Pesquisa#Inatel#Capes#SantaRitadoSapucaí#MG#Brasil

Ciência

15/9/2018

O mundo da ciência, tecnologia e inovação sofreu uma grande perda hoje (15). Faleceu, aos 96 anos em Ribeirão Preto (SP), o primeiro cientista brasileiro a compor a academia de ciências dos Estados Unidos. Kerr, nasceu em Santana do Parnaíba (SP) no dia 9 de setembro de 1922 e, durante sua vida, foi duas vezes diretor do @Inpa entre 1975 e 1979 e entre 1999 e 2001. Warwick ficou famoso, principalmente, pelo seu estudo na área de genética relacionada à produção e agressividade das abelhas africanas. Isso porque, através das suas pesquisas, foi possível criar a abelha africanizada, um híbrido das espécies européias e africana. A criação revolucionou a agronomia e apicultura no Brasil, pois além de mais mansa e muito produtiva, a espécie se mostrou resistente à Varroa - praga que destrói colmeias - permitindo que os apicultores começassem a produzir mel orgânico, sem a necessidade de utilizar agrotóxicos maléficos à saúde. Além disso, em 1955, Kerr foi chefe do Departamento de Biologia em Rio Claro no início da Unesp. Em 1965, liderou a chefia do Departamento de Genética da Faculdade de Medicina da USP, em Ribeirão Preto e, mais tarde, se tornou professor titular e também foi presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. O renomado cientista impulsionou o estudo da biodiversidade da maior floresta tropical do mundo e fez outras diversas contribuições para a ciência, possuindo mais de 600 trabalhos publicados, deixando um grande legado para a sociedade brasileira.#Especial#NotaDePesar#WarwickKerr#Geneticista#EngenheiroAgrônomo#Apicultor#Apicultura#Abelha#Africanizada#FlorestaAmazônica#Biotecnologia#Genética#Ciência#Tecnologia#Inpa#USP#RibeirãoPreto#SP#Brasil

Ciência

14/9/2018

A rede de pesca é uma das principais ameaças ao boto da Amazônia. A fêmea resgatada foi encontrada no lago Jutaí (AM) quando a equipe do Instituto Mamirauá finalizava o monitoramento da espécie na manhã de 4 de agosto. O animal estava preso em uma rede de aproximadamente 5 metros de comprimento, cansado e com dificuldade de respirar e ficou inquieto durante todo o processo de salvamento. Embora seja muito comum encontrar botos presos em redes de pesca nas comunidades ribeirinhas, essa foi a primeira vez que os pesquisadores do Instituto se depararam com um caso na região onde estavam. Confira o vídeo do momento e saiba mais em:goo.gl/73V46o">https://goo.gl/73V46o#Sustentabilidade#MeioAmbiente#Boto#EspécieAmeaçada#RedeDePesca#Salvamento#Resgate#InstitutoMamirauá#Jutaí#AM#Brasil

Ciência

14/9/2018

É a primeira vez que ocorre um registro dentro de uma área protegida no estado. Antes só se tinha o registro nos municípios de Vitória do Xingu e Novo Progresso. Os pesquisadores do Museu Goeldi fizeram o trabalho dentro de uma área de floresta urbana e comprovaram a importância delas para a ampla conservação da biodiversidade. Algumas espécies dessa flor são utilizadas para fornecer o aroma de baunilha para bebidas e doces. Saiba mais:https://bit.ly/2QgJ6MR#Sustentabilidade#Orquídea#Flor#Pesquisa#Ciência#Biodiversidade#Floresta#MeioAmbiente#MuseuGoeldi#VitóriadoXingu#NovoProgresso#Pará#Brasil

Ciência

14/9/2018

A pecuária é a principal atividade nas propriedades rurais do semiárido brasileiro. Segundo estudo do Instituto Nacional do Semiárido (@InsaMcti), 40% do território que abrange Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe, é usado para criação de animais. Um dos grandes desafios para a atividade é garantir a sustentabilidade das criações já que as áreas de pastagem são muito afetadas pela seca e comprometem a oferta de alimento para os rebanhos. A boa notícia é que grande parte dos produtores utiliza adubação orgânica no lugar da química. A pesquisa foi realizada a partir do Censo Agro 2017 e tem o objetivo de nortear o desenvolvimento de ações que melhorem a produção agrícola e pecuária na região. Saiba mais em:goo.gl/gQ1w7H#Sustentabilidade#Tecnologia#Ciência#Pesquisa#Estudo#Desenvolvimento#Agropecuária#Agricultura#Semiárido#Agro2017#Insa#AL#BA#CE#MA#MG#PB#PE#PI#RN#SE#Brasil

Ciência

14/9/2018

O volume de água nos reservatórios da região Nordeste entre setembro e novembro deste ano deve ser maior do que no mesmo período do ano passado, de acordo com o Boletim de Impactos em Áreas Estratégicas para o Brasil do MCTIC. Porém, a situação continua crítica principalmente no semiárido devido a passagem do fenômeno El Niño, que eleva temperaturas e causa aumento da demanda por água e energia. Saiba mais:https://bit.ly/2wOgfri#Sustentabilidade#Reservatório #Água#Energia#Chuva#Clima#MeioAmbiente#ElNiño#Nordeste#Brasil

Ciência

13/9/2018

Há 20 anos, a Amazônia tinha uma grande capacidade de retenção de carbono, chegando a meia tonelada por hectare. Hoje, segundo cientistas, essa absorção tão importante para o combate ao efeito estufa está próxima de zero. Em um cenário de mudança climática com secas e inundações prolongadas frequentes, é possível que a floresta perca carbono para a atmosfera agravando o aquecimento global. Segundo a pesquisadora do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Maria Teresa Fernandez Piedade, a devastação pode levar a uma alteração irreversível do ciclo hidrológico da floresta. Por outro lado, o processo pode ser revertido caso as medidas corretas sejam tomadas. Saiba mais:https://bit.ly/2PJxBg7#Sustentabilidade#MeioAmbiente#Carbono#Amazônia#Desmatamento#Alerta#Inpa#Brasil#AquecimentoGlobal

Ciência

13/9/2018

O estudo conta com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e é desenvolvido na Universidade Estadual do Centro Oeste, em Guarapuava (PR). O projeto começou com a análise das propriedades da planta voltadas para o tratamento da obesidade, depois mudou de rumo. Os pesquisadores também já desenvolveram cerveja e iogurte a base alecrim. Saiba mais sobre o feito:https://bit.ly/2NBEAtR#Ciência#Alecrim#Diabetes#Doença#Pesquisa#Estudo#CNPq#Desenvolvimento#Brasil

Ciência

12/9/2018

Aos 17 anos, Amanda Rodrigues de Araújo já tem um curso concluído na Nasa em seu currículo. A estudante de Mogi das Cruzes (SP) que sempre foi apaixonada por astronomia e até ganhou o apelido de “menina das estrelas”, obteve primeiro lugar no concurso voltado para estudantes do mundo todo. Ela e mais três brasileiras selecionadas de Recife (PE) tiveram aulas de astronomia, astrofísica e robótica além de construir e lançar foguetes ao lado de astronautas na sede da agência espacial em Houston, Estados Unidos. “Meu sonho é cursar engenharia astronáutica para montar foguetes. Durante o curso, eu tive mais certeza que é isso que eu quero”, afirma a estudante. Conheça essa história:https://glo.bo/2CmfaMt#Educação#Astronomia#Astrofísica#Foguete#Nasa#MogidasCruzes#SP#Brasil

Ciência

12/9/2018

Causada pelo uso indiscriminado de medicamentos, a resistência a antimicrobiana é considerada uma ameaça mundial à saúde. O edital lançado por iniciativa do Plano Nacional de Enfrentamento à Resistência Antimicrobiana fomenta projetos de pesquisa de novos medicamentos antibióticos. As inscrições podem ser feitas até 1º de outubro. Mais informações:https://bit.ly/2MQJeo8#Agenda#Saúde#Chamada#Pesquisa#Remédio#Bactéria#Infecção#Iniciativa#Investimento#Brasil