Alexa
Publicidade
As notícias do momento

Mulher cria aplicativo para falar com amigo morto e o que acontece é assustador

Ela disse que criou o app para matar a saudade do amigo que morreu em um acidente de carro.
Nem sempre é preciso ir ao cinema para ver histórias que causam espanto e curiosidade até mesmo no mais incrédulo dos seres humanos. A ficção científica também começa a ganhar espaço na vida real, como nesse caso. Para matar a saudade do amigo Roman Mazurenko, morto aos 30 anos em um acidente de carro em 2015, a russa Eugenia Kuyda, 29 anos, teve a ideia de criar um aplicativo para "trazê-lo" de volta à vida através da inteligência artificial, área em que atua com maestria no Vale do Silício, na Califórnia. Pelo menos no smartphone da russa, o amigo poderia "conversar" com ela através do aplicativo "Replika", que na verdade desenvolve uma espécie de clone do usuário. Segundo ela, é um chatbot que fica sempre disponível para bater um papo ou desabafar com uma pessoa que já morreu. Isso porque o app aprende sobre as pessoas através do usuário e acaba aprendendo de forma artificial a pensar como a própria pessoa, além de conseguir fazer escolhas e ver o mundo...
Publicidade