Alexa
Publicidade
As notícias do momento

Câncer de Marcelo Rezende foi acelerado por causa de tratamento alternativo

Especialistas alertam que em casos de câncer de pâncreas e outras doenças, utilizar tratamentos alternativos pode ser um risco à vida.
No último sábado (16), o apresentador e jornalista Marcelo Rezende morreu com falência múltipla dos órgãos, em decorrência do câncer no pâncreas. O âncora do “Cidade Alerta”, da RecordTV, estava lutando há quatro meses contra a doença. Segundo especialistas, um dos principais motivos do aceleramento e morte do apresentador foi a escolha pelo tratamento alternativo. O câncer que acometeu Marcelo, segundo informações do Inca (Instituto Nacional de Câncer), é um dos piores tipos, pois demora a ser detectado, o que seria primordial para alcançar a cura. O apresentador foi muito criticado nas redes sociais devido a sua decisão pelos tratamentos alternativos. Mas, a verdade é que, se o câncer de pâncreas não for detectado no estágio inicial, o tratamento se torna inútil, pois, as chances de cura se extinguem. Por ser difícil de detectar, este tipo de doença tem alta taxa de mortalidade. No Brasil, cerca de 2% das mortes por câncer são por causa do câncer de...
Publicidade